Brilho de James e gol de Lerma: Como foi classificação da Colômbia para final da Copa América

Brilho de James e gol de Lerma: Como foi classificação da Colômbia para final da Copa América


Expulsão do lateral Muñoz não abalou colombianos, derrotam Celeste pelo placar mínimo em Charlotte (EUA) e vão em busca de segundo título continental; único troféu foi conquistado em 2001

Reprodução/X/@CopaAmericalerma-colombia-copa-america
Lerma comemora gol colombiano no primeiro tempo do duelo contra o Uruguai

A Colômbia teve traços de drama, com um a menos desde os acréscimos do primeiro tempo, mas com gol de Jefferson Lerma, pouco antes, aos 39 minutos, segurou o Uruguai e venceu por 1 a 0, nesta quarta (10), no Bank of America Stadium, em Charlotte (EUA), pela segunda semifinal da Copa América 2024, mantendo o sonho do segundo título continental de sua história – o primeiro e único ocorreu em 2001, quando sediou a competição.

Na finalíssima, a seleção de James Rodríguez e companhia encara a Argentina, no domingo (14), 21h (de Brasília), no Hard Rock Stadium, em Miami (EUA). Já os uruguaios de Marcelo Bielsa pegam o Canadá na decisão do terceiro lugar, sábado (13), também às 21h (de Brasília), no mesmo Banck of America Stadium, palco onde acabara perdendo a chance de chegar à final.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Lerma abre placar, mas expulsão coloca tempero de drama à Colômbia

O Uruguai entrou com uma formação diferente, abrindo mão dos laterais e apostando em três zagueiros. No início, a Colômbia soube aproveitar os espaços nos flancos para ocupar espaços, mas rapidamente a equipe de Darwin Nuñez explorou a velocidade no contragolpe.

Lá e cá no jogo, a Colômbia soube traduzir melhor as chances e abriu o placar aos 39 minutos na bola parada. Jefferson Lerma, atleta que defende o Crystal Palace (ING), de John Textor, aproveitou escanteio cruzado por James Rodríguez, que faz grande torneio, e cabeceou firme no chão, não dando chances para Rochet: 1 a 0.

A partida ficou quente depois do gol. A Celeste se soltou, mas ao mesmo tempo via os adversários deixarem o duelo mais duro. Após confusão nos acréscimos, o lateral direito Muñoz deu uma cotovelada em Ugarte, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso de campo, deixando os colombianos com um a menos por mais de um tempo inteiro de partida.

Uruguai não aproveita e colombianos comemoram

No segundo tempo, o Uruguai tinha como obrigação atacar o rival para buscar o empate, porém não conseguiu furar o ferrolho colombiano, que soube segurar e manteve o placar mínimo em Charlotte. Nem as entradas de Arrascaeta e Suárez foram suficientes para reversão do resultado. Festa de Ríos (Palmeiras), James (São Paulo), Arias (Fluminense) e companhia. Depois do apito final, ainda houve confusão entre os jogadores, o que deixou o clima quente.

Ficha técnica: 

Uruguai 0 x 1 Colômbia

Dia, horário e local: quarta-feira (10), às 21h (de Brasília), Bank of America Stadium, em Charlotte (EUA)
Uruguai: Rochet; Cáceres, Giménez e Olivera (Arrascaeta); Ugarte, Valverde, De La Cruz (Canobbio) e Bentancur (Varela) (Suárez); Pellistri (Olivera), Maxi Araújo e Darwin Nuñez. Técnico: Marcelo Bielsa.
Colômbia: Vargas; Muñoz, Davinson Sánchez, Cuesta e Mojica; Richard Ríos (Uribe) e Lerma; James Rodríguez (Castaño), Jhon Arias (Santiago Arias) e Luis Díaz (Sinisterra); Córdoba (Mina). Técnico: Néstor Lorenzo.
Arbitragem: César Arturo Ramos Palazuelos (MEX)
Assistentes: Alberto Morin (MEX) e Marco Bisguerra (MEX)
VAR: Carlos Orbe (EQU)
Gol: Jefferson Lerma (COL)
Cartões amarelos: De La Cruz, Varela, Gimenez (URU); Muñoz (2), James Rodríguez, Castaño e Cuesta (COL)
Cartão vermelho: Muñoz





Fonte: Jovem Pan

Esportes