Hostilidades em Gaza permanecem mesmo com anúncio de pausas táticas

Hostilidades em Gaza permanecem mesmo com anúncio de pausas táticas


Primeiro-ministro Benjamin Netanyahu criticou os planos de pausas diárias nos combates ao longo de uma das principais estradas para o enclave palestino

EFE/ Ejército Israelí soldados israelenses
Soldados israelenses durante uma operação em Gaza

As hostilidades em Rafah e no sul de Gaza persistem, apesar do anúncio das Forças Armadas de Israel de pausas táticas para permitir a entrada de ajuda humanitária, conforme informou Philippe Lazzarini, chefe da UNRWA. O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu criticou os planos de pausas diárias nos combates ao longo de uma das principais estradas para o enclave palestino. De acordo com Lazzarini, as hostilidades continuam em Rafah e no sul de Gaza, sem pausa nos combates até o momento. Os militares israelenses informaram que suas forças estão concentradas em operações baseadas em inteligência na área de Rafah, incluindo combates com militantes e apreensão de armas.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

No fim de semana, foi anunciado que haveria pausas diárias das 2h às 13h (horário de Brasília) na área que vai do cruzamento de Kerem Shalom, no sul de Israel, até a estrada de Salah al-Din e para o norte. No entanto, as operações normais continuaram em Rafah, foco principal da operação no sul de Gaza. Enquanto isso, moradores relataram que as forças israelenses estavam avançando nas regiões central e oeste de Rafah, sob intenso fogo do solo e do ar. Grupos armados, liderados pelo Hamas, estavam lutando dentro do campo de Al-Shaboura, com sons de explosões e tiros sendo ouvidos. Lazzarini afirmou à Reuters que a UNRWA recebeu notificação dos militares israelenses sobre a pausa, mas logo em seguida o governo contradisse essa instrução. Até o momento, não há indícios de uma pausa efetiva nas hostilidades, segundo ele.

*Reportagem produzida com auxílio de IA





Fonte: Jovem Pan

Mundo