Zubeldía é apresentado no São Paulo e diz que seus objetivos no clube ‘são os mais altos’

Zubeldía é apresentado no São Paulo e diz que seus objetivos no clube ‘são os mais altos’


Argentino de 43 anos estreará como técnico do Tricolor na quinta-feira, contra o Barcelona-EQU, pela Libertadores; ‘Quero contar com os jogadores em seu melhor nível’, disse

ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOLuís Zulbeldía
Coletiva aconteceu nesta segunda-feira e foi a apresentação do novo técnico

O novo técnico do São Paulo, argentino Luís Zubeldía, 43 anos, foi apresentado nesta segunda-feira (22), oficialmente. Durante seu discurso, ele falou na nova experiência ao se adaptar ao clube e que o time irá brigar por títulos. “Os objetivos são os mais altos possíveis. Claro que tem um trabalho, um processo, saber suportar os momentos difíceis, pois a temporada é muito grande. Quero contar com os jogadores em seu melhor nível. Vamos precisar de todos. Todos vão estar representando o São Paulo”, afirmou Zubeldía. Com apenas uma vitória em três partidas, o São Paulo ocupa a 14ª colocação no Campeonato Brasileiro, entretanto, o argentino não se preocupa com isso e alega estar tranquilo no início do trabalho. “Conto com o apoio dos dirigentes, do departamento de futebol e com jogadores de características distintas. Tenho atletas para jogar com dois atacantes, com dois extremos, centrais em que posso contar com uma linha de dois ou de três homens na defesa”, afirmou.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Já sobre datas e jogos específicos e, questionado se irá priorizar alguma competição, o novo técnico deu a entender que essa questão ainda será estudada conforme o momento. “A Libertadores é a obsessão de toda equipe grande como o São Paulo do mesmo jeito que a Liga dos Campeões é fundamental para os gigantes da Europa. Vamos trabalhar para poder conquistá-la, embora seja muito difícil. Assim como o brasileiro, que também é um campeonato muito duro.”

Mesmo precisando de bons resultados, tanto para se recuperar no Nacional e melhorar a posição do Grupo B da fase grupos da Libertadores, já que ocupa o segundo lugar com três pontos, são temas que aparentemente não assustam o argentino. “Pela sequência de partidas, sei que terei pouco tempo de treinamentos. Não terei o tempo necessário para preparar a equipe como se deve, mas estou pronto para o desafio. Tive muitas ofertas de outros clubes, mas acertei com o São Paulo em cinco minutos, após uma conversa franca com o presidente.”

Seu jogo de estreia, que será na próxima quinta-feira (25), na disputa entre Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores, o técnico diz: “A primeira sensação é de felicidade pela equipe em que estou. Essa profissão exige uma preparação constante. Venho para um outro clube, de um outro país, e pronto para os desafios.” O caminho para iniciar a sua trajetória no São Paulo está embasado na experiência de pouco mais de 15 anos como treinador.

“Certos princípios de jogo, vou tratar de respeitá-los. Depois terá uma adaptação de minha parte para encaixar um modelo tático para a disputa do Brasileirão, da Libertadores, que é totalmente diferente. Tem a Copa do Brasil. Vamos ver os machucados, os jovens da base que estão no plantel. Somos um corpo técnico prático e não tenho dúvidas de que vamos nos adaptar rapidamente à situação

*Com informações do Estadão Conteúdo

publicado por Tamyres Sbrile





Fonte: Jovem Pan

Esportes